Ser penedo é ser por fora o que se é por dentro (Teixeira de Pascoaes)
... é como ser transparente.

8 de setembro de 2013

Votar na autarquia e derrubar um governo?



Cito de o DN de hoje: "não se sabe se o ato eleitoral das autárquicas refletirá um cartão amarelo ou vermelho à liderança de Passos Coelho."
O autor deste artigo, que não consegui desvendar nesta página e nem interessa para o caso, participa na vergonhosa - não tem outro nome, dado ser pessoa, com certeza, culta - mentira de considerar que as eleições autárquicas são testes aos governos. Quer dizer: eu voto num candidato X que me parece o melhor para gerir a minha cidade, o mais capaz, e, catrapum, votei contra ou a favor do governo. Inaceitável e condenável desvirtuamento dos objectivos de umas eleições que nada têm a ver com a governação do país. Esta tese, favorável à partidocracia dominante, à fé "religiosa" num emblema, é profundamente reaccionária (no sentido pior da palavra) e favorece o que de pior há na política, desresponsabilização de autarcas incompetentes e a fuga às responsabilidades de primeiros-ministros cobardes (como já aconteceu).

Noticia em:
http://www.dn.pt/inicio/opiniao/editorial.aspx?content_id=3408857&success=1

Nenhum comentário: