Ser penedo é ser por fora o que se é por dentro (Teixeira de Pascoaes)
... é como ser transparente.

2 de outubro de 2008

Prefácio e foto de A FOZ, ENTRE O RIO, O MAR E A CIDADE

Obra de José Alberto Rio Fernandes

Foz, 30 de Janeiro de 1989





Fotografia da capa (e do convite)

PREFÁCIO

Obra como a presente via bem mais além da anotação de curiosidades ou da compilação do já conhecido e marca mesmo um novo período no estudo da sociedade local. Os ensaios científicos, ainda que possam, e devam, ser apresentados de forma atractiva, como o que tem na mão, são uma necessidade premente nesta parte oeste da cidade.
Não se pode defender eficazmente o património ambiental e arquitectural, nem sequer pugnar pela elevação do nível cultural dos habitantes de uma localidade, sem que estudos sérios, profundos — trabalhosos e densos — porque não dizê-lo! — surjam e permitam encontrar os melhores caminhos a trilhar.
Realçamos ainda a eficácia e a concomitância que a colaboração entre instituições, como no caso da edição deste livro, provoca, sejam elas públicas, Juntas de Freguesia de Nevogilde e da Foz do Douro, ou particulares, Associação de Cultura e Turismo da Foz e O PROGRESSO DA FOZ.
A Foz que queremos estudar, defender e mesmo salvar, necessita em absoluto dos pressupostos anteriores. Não nos afastaremos da sua procura.

Nenhum comentário: